sexta-feira, 9 de abril de 2010

Canudinho

Há alguns anos atrás, meu seriado favorito na Tv era os normais, um casal muito doido, mas que agia como qualquer pessoa normal e cara de pau quando tem um problema. Uma das coisas que a Vani falou em um dos episódios me deixou intrigado, ela disse: -Todo mundo lembra de quem inventou o carro e sei lá mais o que, mas o verdadeiro gênio foi o inventor do canudinho, ele deve ter falado, eu não vou por a boca no copo vou sugar a bebida.Parece tão idiota, entretanto ela tocou em um ponto importante, quem inventou e porque inventou uma coisa tão normal e útil como o canudinho?
Canudinhos dos trapalhões, cacildes! Para tomar um mé.
Marvin Stone, americano, dono de uma fábrica de piteiras de papel (aquele canudo apertado que as francesas usavam para manter o cigarro longe da boca ou não tocar nele ou vai saber pra que elas usavam aquilo,"não fume"), costumava tomar um drink gelado que perdia o sabor quando esquentava, por isso em vez de ser bebido diretamente do copo, tinha de ser sugado por um canudo do caule de plantas como abóbora ou melancia, que deixavam as bebidas com gosto de mato.Canudinhos, todo mundo usa! Até mesmo em foto desfocada...
Insatisfeito com o gosto de sua bebida preferida ele viu em seu trabalho uma forma de unir o útil ao agradável, transformando uma de suas piteiras em um canudo de papel. Essa é toda história, mas até que demorou um pouco pra que ele decidice fazer isso. Graças a esse americano temos higiene e facilidade à 5 centavos cada.

2 comentários:

cleonice disse...

Interessanta o canudo de caule de abóbora, nós usávamos pra fazer uma espécie de cornete....rs

Cléo disse...

Muito engraçado!!!